dia internacional de devoção ao feminino

Sempre que chega o Dia da Mulher fico sem saber o que falar. Não sei exatamente porquê. Então hoje resolvi tentar refletir sobre isso aqui, tentando escrever para me entender.

Não sou das que manda parabéns nem publica nada nas redes nesse dia. Porque simplesmente não tenho clareza do que sinto e do que penso e portanto, não há o que expressar! 🙁 Mas por quê? Realmente não sei.

Não gosto muito de receber parabéns e não gosto muito de ser exaltada na ‘minha luta’. Não que eu não a reconheça e não a valorize, como a de todas as mulheres neste planeta, mas não sinto prazer nesse elogio. Também não sei porque, apenas sinto assim.

Talvez eu sinta que há outras facetas do que eu sinto como O Feminino que deveria ser exaltado por todos no planeta todo dia, e pelo qual valeria criarmos um Dia Internacional de Devoção ao Feminino.

O Feminino que está em todos nós como potência, consciente ou inconsciente. O Feminino que representa a compaixão, a receptividade, a devoção a algo maior do que nós, a integração com a natureza e todos os seres… o mundo do sentir, da intuição, do contato com o Self.

Sem dúvida nós, mulheres, somos as guardiãs máximas dessa energia neste planeta. E por isso também devemos ser comemoradas. Assim como por sermos corajosas, lutadoras, cientistas…

Imagina nesse Dia Internacional de Devoção ao Feminino, estarmos todos focados em vibrar e nutrir os aspectos do Feminino em nós!? Aiii me daria muita vontade de comemorar!!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
0
inscrever-se
Notify of
0 Comentários
feedback em linha
ver todos os comentários

Outros saberes no seu email? Assine aqui:

nunca compartilharemos seus dados