feliz ano novo

O que eu mais desejo para o ano novo é que mais pessoas reconheçam a importância do momento na história que estamos assistindo e tendo a honra de participar!

Momento de transição, de transformação, de inauguração de um novo paradigma de viver!

O estudo da astrologia me ajudou a compreender esse movimento e, por isso, é dela que me sirvo neste textão de Solstício! 🙂
Quando observamos os ciclos astrológicos e históricos da humanidade, os paralelos são impressionantes!

Hoje começa energeticamente 2021 e um largo novo ciclo astrológico. E o que está acontecendo no Céu hoje não acontecia deste jeito há cerca de 800 anos!!

Júpiter (o que expande) e Saturno (o que ensina responsabilidade) são os chamados planetas sociais – ponte entre os pessoais (Vênus, Marte, Mercúrio, Sol e Lua) e os transpessoais (Urano, Netuno e Plutão) – e por isso são os planetas, cujos encontros, a cada 20 anos, determinam mudanças sociais e coletivas.

Hoje, Júpiter e Saturno estão se encontrando no grau Oº de Aquário e estão tão próximos em suas órbitas, que até o próximo dia 25/12 podemos vê-los juntinhos no horizonte, perto do pôr do Sol. Em alinhamento muito muito especial vão formar no Céu o que se chama ‘Estrela de Belém’ – aquela configuração que se diz que guiaram os 3 Reis Magos até o esconderijo onde Jesus havia nascido!

Eles não se encontravam em signos do elemento AR há 800 anos, pois se encontram a cada 20 anos, sempre no mesmo elemento, por cerca de 200 anos. Depois passam outros duzentos se encontrando a cada 20 anos no elemento seguinte e assim vai…

Em rápidas pinceladas e com aproximação de datas para ficar didático, os últimos ciclos foram mais ou menos assim: entre 1200 e 1400 eles estavam se encontrando em signos de AR e historicamente estávamos assistindo à transição entre os anos mais escuros da Idade Média e o início dos ventos do Renascimento; entre 1400 e 1600 eles estavam se encontrando em signos do elemento ÁGUA e como movimento do Renascimento assistimos as Grandes Navegações e o reflorescimento das artes; entre 1600 e 1800 se encontraram em signos do elemento FOGO e vimos as guerras de conquista de territórios e colonização de nações; e entre 1800 e 2000 estiveram se encontrando no elemento TERRA e assistimos ao crescimento do materialismo, guerras econômicas e o capitalismo exaurindo os recursos da Terra.

Faz algum sentido para vocês? Claro que dentro de cada um desses ciclos tem ‘infinitos’ outros ciclos e influências acontecendo e dando contornos a tudo isso!

Voltando para hoje. Jupiter e Saturno, os planetas sociais, mudando seus encontros dos signos de TERRA para signos de AR, começando esses encontros pelo grau Oº de Aquário, é muito significativo!

Todo grau zero e 29º de cada signo tem importância fundamental em astrologia. São graus de mudança profunda, de inícios e finais muito marcados e importantes. Em Aquário: último dos signos do elemento AR, junto com Gêmeos e Libra. Aquário que representa a coletividade, o amor despegado, a inovação, a igualdade, rupturas e ideias revolucionárias!

Essa é a Era de AR que está se iniciando!*

No primeiro trimestre de 2021 sentiremos uma energia muito forte no sentido de nos responsabilizarmos cada vez mais com o que é para o bem coletivo; com Saturno pedindo que de fato nos responsabilizemos por criar uma nova forma de viver que seja mais humana, inclusiva, altruísta; e Júpiter dando uma força enorme ao movimento, com seus ventos de justiça e expansão.

Para colocar ainda mais beleza e importância no dia desse encontro, hoje é Solstício, ou seja, o Sol está no 0º grau de Capricórnio, trazendo o Verão no hemisfério Sul e o inverno no hemisfério Norte. E quando o Sol passa pelo grau 0º dos signos Cardinais, Áries – Equinócio, Câncer – Solstício, Libra – Equinócio e Capricórnio – Solstício, marca o início de uma nova estação, marcando um novo início, um ‘reset’, naquela casa do nosso Mapa Astral.

Individualmente, as influências serão ainda mais fortes para quem tem Sol, Lua ou Ascendente em Aquário, Leão, Touro ou Escorpião. Para quem conhece seu mapa, pode olhar para as casas Capricórnio, onde viemos tendo lições fortíssimas desde 2018, que nos prepararam para o que agora vem na casa Aquário, e onde também está acontecendo um novo começo; e Aquário obviamente! 😉
Novos inícios depois da queda das velhas estruturas que tínhamos dentro e fora de nós.

Conseguem compreender um pouco melhor a importância do dia de hoje e desse momento histórico que estamos vivendo? Podemos honrá-lo com mais ou menos consciência. Isso é livre-arbítrio.

Então hoje é nosso ano-novo! Façamos nossos rituais e intenções para o novo ciclo que se inicia. Que inclua mais amor, mais consciência, mais humanidade, mais compaixão, menos eu e mais nós!

Depois de um 2020 que, parafraseando Tom Jobim, ‘foi ruim, mas foi bom’, (né? pelo menos foi o que senti nos muitos processos difíceis que acompanhei em 2020, mas que vi chegando a uma conclusão e transformação incríveis!) vale hoje fazer esse balanço: soltar o que não quero levar para o próximo ciclo, colocar minha intenção e consciência para onde quero que minha energia flua.

Que façamos nosso melhor para um Feliz Ano Novo!

 

* Por favor não confundam com Era de Aquário porque esse é outro papo, ok?!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
0
inscrever-se
Notify of
0 Comentários
feedback em linha
ver todos os comentários

Outros saberes no seu email? Assine aqui:

nunca compartilharemos seus dados