sofrendo por medo de sofrer…

Invariavelmente acontece no consultório que ao analisarmos os medos daquele alguém na minha frente cheguemos a essa conclusão: o medo de sofrer por algo ou alguém, nos mantém numa situação de sofrimento igual ou maior que o sofrimento do qual temos medo. Então eu brinco… ah então quer dizer que por medo de sofrer já vamos logo sofrendo que assim fica mais fácil?

Por exemplo, muitas vezes ficamos em relações onde não nos sentimos preenchidos, não nos sentimos ouvidos ou cuidados por medo de ficarmos sozinhos. Ora, se estamos numa relação onde não nos sentimos preenchidos, não nos sentimos ouvidos e cuidados, não estamos sozinhos nessa relação? Então, por medo de ficar sozinho, já vamos logo treinando a ficar sozinho, mesmo estando numa relação a dois!!

Outro exemplo, quantas vezes fazemos de tudo para agradar alguém – pais, mães, maridos, namoradas ou filhos – por medo de não sermos amados?? Nunca dizer não, sempre aceitar o que vem do outro mesmo que aquilo não nos satisfaça e por vezes até inventarmos desculpas para justificar uma atitude do outro que no fundo não nos cai nada bem…

Mas se fazemos de tudo para agradar alguém nos esquecendo de nós, das nossas necessidades e limites, a mensagem que estamos mandando para nosso eu mais profundo é: não sou amado pelo que sou e sinto, não valho o suficiente para ser amado, não mereço receber, tenho que fazer, fazer, fazer pelo outro, pela relação…

Então, por medo de não sermos amados, ficamos reforçando o sentimento de desamor e vazio. E sofremos…

Deu pra pegar a lógica da coisa? Vale a pena refletir: qual seu medo? Qual o sofrimento que virá caso aquilo que mais teme aconteça? Será que já não estamos sofrendo exatamente por essa mesma razão??

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
0
inscrever-se
Notify of
0 Comentários
feedback em linha
ver todos os comentários

Outros saberes no seu email? Assine aqui:

nunca compartilharemos seus dados