sobre nossos processos de transformação

Recentemente, num dos encontros mensais do Círculo de Mulheres conversamos sobre nossos processos de transformação: como acontecem, o que causam, as dores e delícias… e foi tão lindo e inspirador que resolvi compartilhar um pouco aqui…. Transformar-se é morrer para aquela que eu fui para renascer outra, diferente, mais alinhada

círculo de mulheres. você já tem um?

Eu fui a primeira neta depois de sete netos homens dos dois lados da família; do meu pai, italiana/libanesa, e da minha mãe, italiana/brasileira. O nascimento da primeira menina foi um acontecimento e tanto…. mas vou pular a parte da história que diz que minha avó fez novena porque diziam

Outros saberes no seu email? Assine aqui:

nunca compartilharemos seus dados