aos homens queridos do meu coração

Observo tantas vezes ‘as mesmas coisas’ – claro que não são as ‘mesmas’, mas são muito similares! – que, de vez em quando me dá muita vontade de mandar uns recadinhos coletivos como esse que vou mandar agora para os homens. Ou esse que mandei para as mulheres! 😉 Então,

às mulheres queridas do meu coração

Observo tantas vezes ‘as mesmas coisas’ – claro que não são as ‘mesmas’, mas são muito similares! – que, de vez em quando me dá muita vontade de mandar uns recadinhos coletivos como esse que vou mandar agora para as mulheres. Ou esse que mandei para os homens! 😉 Então,

as feridas íntimas do patriarcado

No consultório, essas feridas estão presentes todos os dias. Naquela garota de 20 e poucos anos que ainda insiste em se chatear muito porque o pai sempre protege o irmão, entendendo desde que era uma menininha que vale menos…. e se debate para entender que ele também é filho da

Por que ainda tratamos mal as nossas meninas?

É tão tamanha a frequência com que ouço relatos de situações de vida onde as mães são ou foram más* com suas filhas meninas, que vivo me perguntando sobre as raízes dessa questão. Entre amigas vejo como ainda é mais frequente do que eu poderia supor que elas confessem que

Outros saberes no seu email? Assine aqui:

nunca compartilharemos seus dados