o que te move?

O filme O Físico (Netflix), adaptação do livro de Noah Gordon que eu já tinha lido há muito tempo, me tocou neste ponto. O que nos move?

O filme, que se passa nos anos 1020, conta a história de um órfão Inglês que foi movido pelo amor ao conhecimento e à cura. Percorreu o mundo para buscar esse conhecimento com o conhecido Mestre Ibn Sina, na Pérsia! Vale a pena a leitura ou o filme!

Fiquei pensando sobre essa força da vontade que nos move a todos, ou não, todos os dias. Porque fazemos o que fazemos, e no momento em que fazemos? Conhecer-se é reconhecer as forças psíquicas que atuam em nós, de onde vem nossos desejos.

Como reconhecer os desejos que são do ego? Aqueles que temos todos os dias, movidos pelo nosso desejo de ser reconhecidos, amados, acalentados nas nossas feridas, aqueles desejos que aplacam o medo, a insegurança…

E como reconhecer aqueles desejos mais profundos, que nos levam em direção a quem eu somos de verdade? Aqueles que podem demandar sacrifícios ou obstáculos a serem vencidos, mas que no final deixam aquele gosto delícia da certeza de ter feito a escolha mais certa?

Conhecendo-se. Observando-se. Ligando os pontos que me trouxeram a ser quem sou hoje.

A partir daí, experimentando nas decisões diárias essa observação de si mesmo, começamos a identificar a diferença entre o desejo do Ego e a vontade da Alma. O primeiro parece deixar uma sensação de vitória que se esvai rapidamente conforme aparece o mais novo desejo. A segunda, ao contrário, deixa uma sensação de paz e segurança no caminho escolhido, traz alívio.

Já parou para pensar no que tem te movido?

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
0
inscrever-se
Notify of
0 Comentários
feedback em linha
ver todos os comentários

posts relacionados

Outros saberes no seu email? Assine aqui:

nunca compartilharemos seus dados