fazer terapia

É entregar-se à observação de si mesmo. Quando nos olhamos de perto podemos ver vários ‘eus’ de nós mesmos atuando no mundo.

É aprender a conhecer as diferentes vozes que falam em nós. Com discursos diferentes, propostas, tons diferentes. Partes que nos compõem e que se manifestam no corpo, nas diferentes camadas do nosso sentir. O processo de ouvi-las, identifica-las e conhecê-las profundamente é terapia.

É reconhecer aquelas partes que me compõem e que nem sempre eu gosto, por exemplo, aquelas partes que aos poucos vamos descobrindo que não precisam mais fazer parte de nós, porque nunca foram nossas, foram ‘emprestadas’ dos nossos pais, linhagem familiar, cultura a que fazemos parte, crenças sociais…

E também conseguir identificar aquelas versões de nós que de fato tocam a nossa alma mais profunda; aquele eu que quando está no mundo nos deixa mais leves, mais entregues, ‘mais confortáveis na nossa própria pele’.

Aos poucos, nesse processo, vamos aprendendo a integrar todas essas partes, limpar algumas, atenuar outras, acentuar outras ainda mais. Temos escolha!

Pelo menos é assim para mim, e como eu vejo o processo terapêutico.

Minha forma de estar na clínica se transforma a cada dia, a cada processo… porque mudo eu também a todo momento…

A base do meu trabalho é Jung, que integro com outros saberes que fui incorporando em mim e na minha prática ao longo do meu processo de autoconhecimento. A astrologia é um saber que combina muito com autoconhecimento e terapia. Todo meu trabalho com o feminino, com grupos, dando aulas por exemplo… se integram à psicoterapeuta que há em mim e tem espaço no encontro terapêutico. O trabalho com o corpo, os florais de bach, a filosofia e a espiritualidade estão ali também. Sem falar no trabalho com os sonhos, diamante do processo em direção ao Self.

Quando alguém me procura para iniciar um processo terapêutico eu gosto de marcar uma primeira conversa para nos conhecermos. Você me conta de você e da sua busca eu te conto de mim. Se nessa conversa sentirmos vontade, iniciamos o processo. Nessa conversa conto 3 ‘segredos’: vai ser longo, vai exigir investimento (energético principalmente), mas vai valer a pena!

Entre em contato comigo quando quiser!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
inscrever-se
Notify of
0 Comentários
feedback em linha
ver todos os comentários

textos especiais nos equinócios e solstícios por email? assine.

nunca compartilharemos seus dados

0
deixe seu comentáriox
()
x

sobre o blog

Esse blog nasceu de um constante mergulhar em mim mesma e no universo ao meu redor.

Traduzir em palavras os sentimentos que me atravessam me ajuda a organizá-los e refleti-los.

Perguntar-nos ‘Quem sou eu?’ é pra que estamos aqui! E eu espero te inspirar a explorar esse tema.

about the blog

This blog was born from the constant dive into myself and the universe around me.

To reflect into words the feelings that emerge, helping me to organize and translate them.

To ask ourselves ‘Who am I?’ is what we are here for! I hope this blog inspires you to explore it.